Express

Tarefas domésticas, como organizar a cozinha e produtos alimentícios em sua casa?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Como tornar estes processos mais seguros para sua saúde?

Segurança alimentar vai muito além das refeições dos restaurantes, está diariamente em nossas casas, por isso, fique ligado nas dicas que preparamos para que você possa preparar suas refeições com mais qualidade e sem riscos à saúde, além de gostosas, é claro.

Para garantirmos qualidade a uma refeição, além de bons ingredientes é necessário seguir processos que garantam qualidade ao produto final.

O preparo dos alimentos, não é simplesmente colocar tudo na panela, deve-se cuidar a forma correta de descongelar, descascar, cortar, cozinhar e servir. Por isso cozinhar, mesmo que seja em casa, é importante programação.

Através da organização diária, facilita-se a escolha das preparações, dos ingredientes e até mesmo o custo do mês com alimentos pode ser controlado com mais facilidade.

Ao fazer a escolha do que será preparado, é importante verificar se tem algo que precisa ser descongelado, etapa está que não pode ser realizada em temperatura ambiente ou imersão em água. É necessário remover o alimento do congelador com antecedência e deixar que o mesmo descongele dentro da geladeira e caso este não esteja no ponto necessário para o preparo, indicamos terminar o degelo no micro-ondas ou diretamente na panela.

Lembrando que tudo que for preparado não é recomendado recongelar, assim preparar pequenas porções é a melhor opção.

E ao cortar os alimentos, seja carne, vegetais ou outros também se faz necessário cuidados com os utensílios, que devem ser trocados ou higienizados sempre que trocarmos o alimento a ser preparado. A placa de corte onde estes alimentos são apoiados deve passar por higienização ou se possível ter mais de uma placa de corte. Ambos cuidados evitam a contaminação cruzada.

Qual o material ideal para a placa de corte?

Pode ser de vidro ou altileno (plástico), ambos materiais de fácil higienização com água corrente e sabão neutro, e frequentemente indica-se deixar de molho em solução clorada (1/2 colher de sopa para 500ml de água por um período de 15 a 30 minutos).

O que é contaminação cruzada? Você já ouviu falar?

É a transferência de microrganismos patogênicos (microrganismo que pode causar uma doença) de um alimento contaminado, para outro alimento que não esteja contaminado; ou ainda de equipamentos e utensílios usados para o preparo de um determinado alimento e em seguida para o preparo de outro alimento, de origem diferente, ou em estado diferente (cru e cozido), sem a devida higienização entre um preparo e outro.

A contaminação cruzada é uma das principais causas das doenças transmitidas por alimentos (DTA’s), causando desconforto gastrointestinal, dor de cabeça, vômito, diarreia, febre e em casos mais graves outras complicações.

Para o preparo dos hortifrutis recomenda-se lavar em água corrente um a um, folha a folha; deixar de molho por 10 minutos em água sanitária, sendo recomendado 1 colher de sopa para 1 litro de água. Este processo garante a eliminação das bactérias, não sendo recomendado substituir a água sanitária por vinagre, pois este deixa o horti mais liso facilitando a saída de algum “bichinho” e não eliminando as bactérias.

Saladas que sobram sem tempero podem ser consumidas em outra refeição; porém armazene em recipiente adequado, com tampa e na geladeira. Lembrando que, salada temperada deve ser descartada.

Você reutiliza sobras de alimentos em sua casa? Sabe como armazenar e por quanto tempo pode guardar? Então, vamos te ajudar com dicas práticas.

Alimentos podem ser reutilizados, desde que fiquem armazenados sob refrigeração em recipientes adequados e vedados por no máximo 24hrs. O recipiente mais adequado é o pote.

Lembre-se, armazenar sobra de alimentos dentro das panelas, dentro do forno ou em cima do fogão, é totalmente errado, pois favorecem a formação de bolor, fermentação e assim proporcionam desconfortos gastrointestinais a você e seus familiares.

E a famosa fritura caseira, o que fazer com o óleo utilizado?

O óleo sempre após o uso deve passar por uma análise de odor, aparência e consistência; assim pode-se avaliar o possível reaproveitamento ou o descarte do mesmo.

Para o reaproveitamento é necessário armazenar em recipiente apropriado e vedado, sob refrigeração. Em caso de descarte, junte o máximo de óleo que conseguir e coloque-o em um recipiente com tampa, por exemplo uma garrafa pet. Procure o ponto de coleta mais próximo, caso contrário, coloque a garrafa junto do lixo para ser coletado.

Além dos preparos na cozinha o armazenamento dos alimentos também é um ponto a ser observado. No rótulo dos alimentos vem descrito a forma correta de armazená-los, seja resfriados, congelados ou em temperatura ambiente e o acondicionamento dos insumos secos devem ser feitos afastados do chão. Sempre que algum alimento sobrar na embalagem aberta, vede a embalagem e se possível identifique ela a saber que deverá ser consumida dentro da validade estipulada pelo fabricante.

Os ovos, posso armazenar na porta da geladeira? Não.

Então, como guardá-los?

Remova-os da embalagem original, lembrando sempre de preservar a validade do ovo e realoque-os em um recipiente como um pote com tampa e armazene-os na parte interna da geladeira.

Por que não na porta?

Ao abrirmos a porta da geladeira, os alimentos ali armazenados passam por uma grande oscilação de temperatura, oferendo assim mais chances da proliferação de bactérias.

E lavar os ovos, posso?

Antes de usá-los não, pois a casca do ovo possui uma película que ao lavá-los será removida, facilitando a entrada de microorganismos no ovo.

Agora que você aprendeu a cuidar dos ovos, é só colocar em prática e por fim preparar aquela receitinha deliciosa:

Sanduíche com ovo aberto

Ingredientes:

2 ovos

2 fatias de pão de sanduíche

1 fatia de queijo muçarela

1 fatia de presunto

2 fatias de tomate

1 folha de alface

Sal a gosto

Modo de Preparo:

Em um recipiente quebre os ovos e misture bem, acrescente sal a gosto. Em uma frigideira antiaderente acresça um fio de azeite de oliva e despeje o ovo, prepare como se fosse uma omelete, quando estiver soltando da frigideira, coloque uma fatia do pão de sanduíche no centro da omelete e acresça os demais ingredientes e com as bordas da omelete envolva os ingredientes e finalize com a segunda fatia de pão por cima.

Hum, delícia né? Deu água na boca.

Lanche rápido e prático.

Depois de preparar uma comida saborosa, família ou amigos satisfeitos com a comida deliciosa vem a hora da limpeza. Higienize todos os utensílios, equipamentos e panos de pratos e para limpeza de pia e mesa sugere-se o uso de panos multiuso descartáveis, encontrado nos mercados. A esponja para lavar louça, após o uso da mesma recomenda-se deixar em solução clorada (1/2 colher de sopa para 500ml de água), por um período de 15 a 30 minutos e após realizar o enxague. Repetir diariamente, lembrando que a troca da esponja deve acontecer frequentemente. Os utensílios ao serem guardados pós limpeza, devem ser armazenados em local limpo e vedado, para evitar acréscimo de poeira, gordura e presença de insetos.

A lavagem das mãos de forma correta está ligada diretamente a todos os demais processos, e lembre-se que por você estar com as mãos molhadas por estar na cozinha, isso não significa que não é necessário lavar as mãos em um momento específico em local adequado.

Siga o passo a passo a seguir:

O gostar de cozinhar vai muito além da comida saborosa, é o cuidado com as pessoas. 

Continue lendo

Memórias de afeto são os verdadeiros ingredientes secretos quando o assunto é tempero de mãe.

Conhece aquela velha história de que a comida da mãe é sempre a mais gostosa?

Mulher, como está a sua saúde?

Oito de Março, dia em que se comemora o Dia internacional da Mulher. Desde 1975, o dia foi oficializado pela…

Carnaval: cuidados que você precisa ter para um carnaval de qualidade

Com a chegada do Carnaval, muitas pessoas se preparam para a grande folia. Nesse período, é importante pensar não só…