Integração de funcionários: como planejar e realizar

23/02/2021

É na integração que o novo colaborador conhece oficialmente os valores da empresa

Realizar a integração de funcionários de uma forma assertiva e planejada é fundamental para um bom início de trabalho dos novos colaboradores. As empresas costumam dispensar muita atenção e zelo para a contratação de pessoas, mas às vezes acabam subestimado essa importante etapa de apresentação.

Quando o processo de integração é realizado com falhas, o funcionário pode se sentir deslocado, o que impacta em sua produtividade. Além disso, o colaborador pode entender errado algumas informações, gerando frustrações e retrabalho. Confira abaixo como o profissional de RH pode planejar uma integração assertiva e adequada.

 

O que é integração de pessoas e qual sua importância? 


A integração é o momento mais importante da chegada do funcionário. É nesse momento que a empresa é apresentada oficialmente ao colaborador. Na integração, o funcionário conhece os valores e a cultura organizacional do empreendimento.

 

A supervisora de Recursos Humanos da Express Restaurantes Empresarias, Bianca Zanesi, explica que nesse processo o colaborador passa a saber exatamente o que a empresa espera dele, quais são os principais projetos da organização e quais são os benefícios que terá à disposição. "É o momento que a gente passa as informações cruciais para o profissional que está entrando. Além disso, é a hora de receber ele bem, com um sorriso no rosto, proporcionando um momento de acolhida. O funcionário está começando na organização, está cheio de expectativas. E nós, enquanto empresa, também estamos com expectativa para que ele traga boas ideias, trabalhe bem e coloque um gás na equipe. Por isso, esse primeiro contato de integração é muito importante para ambos os lados."

 

O que devemos mostrar em uma integração? 

Uma dúvida comum sobre a integração é o que deve ser mostrado nesse momento de apresentação. Para Bianca, todas as áreas da empresa devem ser contempladas. "O funcionário deve conhecer um pouco de todas as áreas. Isso é muito importante! Algumas empresas não praticam essa apresentação de forma mais ampla, mas ela costuma ser bem eficiente, pois é uma imersão necessária. É fundamental também mostrar para toda equipe quem está entrando na empresa, seja por meio de comunicados internos ou pela apresentação física".

 

 

Dicas para o RH planejar e realizar uma integração de novos colaboradores 

Para facilitar o processo de integração de funcionários, algumas orientações práticas podem ser bem úteis para o RH. Veja abaixo algumas dicas elaboradas com a ajuda de Bianca Zanesi, supervisora de Recursos Humanos da Express Restaurantes Empresarias.

 

Reúna as lideranças para coletar ideias para a integração de novos funcionários:

Construir o processo de integração juntamente com as lideranças é sempre o melhor caminho. "A liderança já tem experiência nesse assunto. Primeiro de quando o próprio líder entrou na empresa e depois de quando ele recebeu os demais profissionais da sua equipe. A liderança já sabe o que é importante. Um líder pode falar ao RH que viu que é essencial mostrar para o novo profissional onde fica a copa. Outros líderes podem dizer que viram que é fundamental mostrar quais são os principais indicadores da empresa. É preciso construir isso com eles, fazer um brainstorming e pegar todas as ideias", explica Bianca.

 

Fique de olho no tempo da integração:

Quantas horas dura uma integração na empresa? Embora não exista uma resposta única para essa pergunta, a regra principal é não deixar a apresentação maçante. "Forneça um café, cuide do preparo da sala, organize um material. Faça de tudo para que quando o funcionário chegue, a empresa já esteja encantando ele. Da recepção até a integração, tudo precisa ser planejado. É preciso pensar também em inserções descontraídas. O momento precisa ser bacana, assim a aprendizagem vem junto", destaca a supervisora de RH.

 

Mescle as informações técnicas com momentos de acolhimento: 

Na hora de montar a integração na empresa, o RH deve saber equilibrar informações técnicas com momentos de zelo com o funcionário. "O RH deve vir com essa visão de acolhimento e parceiro do negócio. Devemos pensar: eu preciso apresentar informações do negócio, porém eu também preciso acolher e fazer com que seja um momento especial para o novo profissional. Com isso em mente, o profissional de RH mescla as informações técnicas trazidas pelos líderes com as questões mais pessoais", ensina Bianca.

 

Lembre-se que a integração vai além de uma apresentação de Power Point:

Um erro comum de quem realiza a integração de funcionários na admissão é recorrer a apenas uma apresentação estática de textos no Power Point. "A integração pode abranger fotos, vídeos, pessoas falando, visitas à empresa. A gente tem que usar toda a tecnologia que temos à disposição para fazer da integração um momento de absorção de informações, um momento prazeroso. Assim, quando esse funcionário chegar na sua mesa de trabalho e receber uma novidade, vai pensar automaticamente: lembro desse canal de comunicação interna porque ele foi mencionado na minha integração", exemplifica a supervisora de RH.

 

Revise a integração anualmente: 

Depois de ouvir líderes e de seguir as orientações acima, é possível que uma apresentação bem assertiva tenha sido montada. É importante nesse momento, reforça Bianca, registrar todas as ações em uma espécie de manual de integração de novos colaboradores. "Quando a concepção estiver pronta, é válido apresentar a integração às lideranças para um ajuste final. Depois disso, esse projeto vira padrão na empresa e deve ser aplicado a todos os novos funcionários. Anualmente, é importante revisar essa apresentação porque políticas são mudadas, processos são alterados, dados são atualizados. E tudo isso precisa sempre estar alinhado”.