Coronavírus e RH: ações práticas para lidar com a pandemia

06/04/2020

O cenário de pandemia gerado pela proliferação do coronavírus tem afetado a rotina de praticamente toda a população. As incertezas sobre o tema crescem diariamente e, com isso, mudanças de hábitos são cada vez mais frequentes.

 

No âmbito profissional, trabalhadores de todos os segmentos notam alterações no seu dia a dia. No caso do segmento de Recursos Humanos (RH), o desafio é ainda maior, pois além de enfrentar as mudanças trazidas pela Covid-19, esses profissionais estão tendo que gerenciar as ações emergenciais que são adotadas pelos demais colaboradores.

 

Férias coletivas, cancelamento de eventos e aposta no home office são algumas das medidas que estão sendo utilizadas pelos gestores nesse momento. Processos rígidos de higienização e acompanhamento efetivo de orientações dos órgãos de saúde são outras tarefas essenciais.

 

Conheça a seguir algumas ferramentas e ações práticas que podem ser adotadas pelos profissionais de RH nesse cenário delicado. Entenda ainda, em linhas gerais, os motivos que tornam a Covid-19 uma ameaça à saúde das pessoas.

 

O que você precisar saber sobre o assunto

 

Antes de planejar qualquer ação, é essencial conhecer bem todos os fatores que envolvem a temática. O profissional de RH precisa estar por dentro das características do coronavírus e das novidades sobre o assunto. Veja pontos importantes nesse sentido:

 

O que é e quando surgiu:

 

Coronavírus é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto no fim de 2019 após ter casos registrados na China. Ele se chama assim porque essa família de vírus tem a característica de se parecer com uma coroa. O novo coronavírus provoca a doença chamada Covid-19.

 

Transmissão:

 

O contágio pode acontecer através de gotículas de saliva, espirro, tosse ou catarro de uma pessoa infectada. A contaminação também pode ocorrer por meio de objetos e superfícies, por exemplo: uma pessoa que está infectada tosse ou espirra em cima de um objeto e outra pessoa toca neste item e leva suas mãos ao rosto. A boca, o nariz e os olhos são as portas de entrada do vírus.

 

Sintomas:

 

Febre, tosse, dificuldade para respirar e falta de ar. Para saber com mais detalhes sobre como se prevenir ao Covid-19, acesse nosso artigo com Tudo que você precisa saber sobre o Coronavírus

 

Por que é uma ameaça?

 

Estima-se que desde que surgiu, a Covid-19 já causou a morte de mais de 220 mil pessoas em todo o mundo. Desde o início da epidemia, mais de 3 milhão de casos de contágio foram registrados em 380 países ou territórios. Esses dados são do final de abril e crescem diariamente.

 

A proliferação do vírus ocorre de forma muito intensa e o quadro clínico de quem manifesta os sintomas costuma avançar rapidamente.

 

5 ações práticas para o RH em tempos de pandemia

 

Mais do que implementar as mudanças na rotina, é papel do RH também comunicar às equipes as novas regras e acompanhar a saúde física e mental dos colaboradores.

 

Nas redes sociais, uma charge fazendo alusão ao filme Titanic circula entre os profissionais da área. Nela, o RH é identificado como a banda do navio, que independente da dificuldade em que se encontra, deve seguir "tocando" em meio ao caos. Embora a comparação tenha o seu fundo de verdade, é importante destacar que, com planejamento e eficiência, é possível desempenhar um trabalho organizado nesse momento.

 

Priorize uma comunicação clara

 

O maior erro que os gestores podem cometer nesse momento é ignorar o cenário de pandemia. Os colaboradores confiam em suas empresas e muitas vezes a consideram a sua melhor fonte de informação.

 

O RH deve planejar, em conjunto com a direção, uma maneira de informar suas equipes sobre a situação. Um boletim diário enviado por e-mail e fixado nos murais, por exemplo, é uma medida oportuna. Esse material deve conter informações de órgãos oficiais - para evitar assim a disseminação de fake news - e comunicados específicos da empresa.

 

Aposte nas reuniões virtuais e no home office

 

Se a sua empresa não conta com trabalho remoto e encontros virtuais, estamos em uma excelente época para experimentar essas possibilidades. Quando possível, os colaboradores devem exercer suas atividades em casa durante a pandemia. Para isso, porém, os profissionais de RH e os gestores devem garantir que os funcionários tenham um local adequado para a função.

 

Não basta apenas informar o funcionário que ele deve trabalhar em casa. Um mapeamento sobre a estrutura do colaborador deve ser feito, com checagem de itens como internet, cadeira e telefone. Se algo estiver fora do adequado, a empresa deve encontrar uma solução. Orienta-se ao RH também elaborar dicas sobre como exercer o home office de forma produtiva e eficiente.

 

No caso das reuniões virtuais, vale destacar que algumas formalidades devem ser mantidas. O departamento pessoal pode orientar as pessoas sobre como se portar. Vale informar, por exemplo, que os encontros devem iniciar com os tradicionais cumprimentos e com questionamentos sobre como está sendo a rotina em casa.

 

Garanta a proteção e a segurança dos colaboradores

 

Algumas atividades e setores não podem adotar o home office e, para esses, é preciso que existam medidas para evitar a aglomeração de pessoas no mesmo ambiente e ao mesmo tempo. As áreas de comum acesso também devem ter ações intensas de higienização.

 

Nas unidades da Express, por exemplo, medidas preventivas estão sendo tomadas em todos os restaurantes e também na sede administrativa. Todos os ornamentos presentes nas mesas - como jogos americanos, displays, vasos e arranjos - foram retirados para evitar a contaminação por conta do manuseio destes itens.

 

A higienização das superfícies dos buffets e mesas dos restaurantes está sendo intensificada a cada hora (ou de acordo com a demanda) com álcool 70%. A Express também vem ressaltando a orientação de que todos devem higienizar suas mãos antes de entrar no restaurante e fazer suas refeições.

 

Disponibilize conhecimento

 

Quase todas as empresas contam com algum portal em que os colaboradores acessam informações, folha de pagamento e demais dados pessoais. O setor de recursos humanos pode se aproveitar dessa ferramenta nesse momento delicado.

 

Disponibilize materiais informativos, não apenas com foco no coronovírus, mas também sobre outros temas que podem ser interessantes. Muitos colaboradores estão em casa no momento, com mais tempo livre, e podem utilizar a oportunidade para se atualizar e evoluir profissionalmente.

 

Se a sua empresa não conta com materiais educativos próprios, coloque links para instituições de ensino que estão disponibilizando cursos gratuitos. Assim sua equipe voltará da quarentena ainda mais capacitada. 

 

Não esqueça da saúde mental dos colaboradores

 

O momento é de preocupação, mas é preciso cuidar da saúde mental das equipes. Nesse sentido, a transparência das informações citada anteriormente ocupa um papel importante. Trabalhe a conscientização dos colaboradores e não o medo.

 

Outra dica importante é manter um canal aberto ao diálogo: os funcionários devem ter liberdade de tirar suas dúvidas e relatar seus anseios. Se possível, é interessante ter até mesmo um psicólogo de plantão com essa finalidade.